Meu perfil
BRASIL, Nordeste, SAO LUIS, PONTA DO FAROL, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Esportes, Livros



Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Blog do Marco Aurélio D'eça
 Blog do Décio Sá
 Procuradoria da República
 Blog do Marcelo Vieira
 Blog do Prof. Caio
 Blog do Cardoso
 Blog do Jorge Aragão
 Portal Gazeta da Ilha
 Folha On-line
 Jornal O Imparcial
 Jornal Pequeno
 Ministério Público
 Portal I.mirante
 Tribunal de Contas da União
 Tribunal de Contas do Estado
 Tribunal de Justiça
 Tribunal Regional Eleitoral
 Tribunal Superior Eleitoral
 Blog da Roberta Gomes
 Blog do Adonias Soares
 Papo de Cidadão
 POLÍTICA.COM
 Leste em OFF
 Matias Marinho




Blog de Gilberto Léda
 


Novo endereço:

gilbertoleda.com



Escrito por gilbertoléda às 21h19
[] [envie esta mensagem
] []





Novo endereço:

gilbertoleda.wordpress.com



Escrito por gilbertoléda às 23h06
[] [envie esta mensagem
] []





TSE confirma candidatura de Cleber Verde

O TSE confirmou, há pouco, a candidatura do deputado federal reeleito Cleber Verde (PRB). Ele havia disputado a eleição para a Câmara dos Deputados no dia 3 de outubro último com o registro de candidatura deferido, porém sendo contestado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) junto ao TSE com base na Lei da Ficha Limpa. 

Ele foi o terceiro mais votado em seu estado com 126.896 votos ou 4,17% dos votos válidos. No dia 7 de outubro último, contudo, o TSE julgou o recurso do Ministério Público e decidiu cassar o registro de candidatura de Cleber Verde, com base na alínea “o” do inciso I do artigo 1º da LC 64/90, com redação alterada pela Lei da Ficha Limpa. Tal dispositivo coloca como hipótese de inelegibilidade a demissão do serviço público em decorrência de processo administrativo ou judicial. 

Inconformado, Cleber Verde recorreu no próprio TSE da decisão tomada pela Corte por meio de embargo de declaração. No embargo, o deputado pedia que o TSE examinasse um documento em que o ministro da Previdência e Assistência Social (MPAS) declara extinta a punição aplicada ao parlamentar e o reintegra aos quadros do INSS. 

O recurso de Cleber Verde contra a sua demissão do serviço público tramitava no Ministério da Previdência desde 2004. Como a demissão do serviço público foi revertida e essa era justamente a causa da inelegibilidade, o TSE deu provimento ao embargo declaratório do parlamentar para deferir o registro de candidatura.

(Com informações do TSE)



Escrito por gilbertoléda às 22h17
[] [envie esta mensagem
] []





Cléber Verde recorre ao TSE

Em primeira mão às 17h45

Já está no TSE a petição do deputado Federal Cléber Verde pedindo que seja revista a decisão que lhe cassou o registro de candidatura com base na Lei da Ficha Limpa.

Verde teve o registro negado por ter sido demitido do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), em 2003, acusado de fraude na concessão de aposentadorias. A demissão decorreu de processo administrativo.

Para justificar o pedido de reexame do caso, o deputado, que obteve 126.896 votos, alega que a demissão foi extinta e apresenta um documento em que o ministro da Previdência Social, Eduardo Gabas, o reintegra ao cargo de agente administrativo do INSS.

O pedido de anulação do processo de demissão tramitava na justiça federal desde novembro de 2004.

O relator do recurso é o ministro Hamilton Carvalhido.



Escrito por gilbertoléda às 18h58
[] [envie esta mensagem
] []





O nada confiável Edson Vidigal...

É sempre assim: basta os interesses do ex-presidente do STJ serem contrariados para ele “sair atirando” para todo lado.

Nesta sexta-feira (29), em entrevista ao programa do jornalista Sandro Morais, na Rádio São Luís AM, Vidigal contou detalhes de uma reunião ocorrida em maio deste ano em Matões, na residência do ex-deputado Rubens Pereira, e fez duras críticas a aliados.

Segundo ele, participaram do encontro, dentre outros, o ex-prefeito de São Luís Jackson Lago (PDT), o ex-governador José Reinaldo (PSB), o deputado federal Roberto Rocha (PSDB), além dele próprio e do dono da casa, acompanhado da esposa, a prefeita Suely Pereira, e do filho, o deputado estadual Rubens Pereira Junior (PC do B).

Na reunião, ainda de acordo com o ex-ministro, ficou acertado que Lago seria o candidato único das oposições, para forçar uma eleição plebiscitária “com quem quer que viesse do outro grupo” – como se, em maio, eles já não soubessem que era a candidata do PMDB.

Todos votaram a favor da tese. José Reinaldo foi voto vencido e Vidigal garante que ele foi o único que não aceitou a proposta e insistia na candidatura de Flávio Dino.

E é nesse ponto que o candidato derrotado ao Senado libera toda sua bile contra o ex-governador. Para ele, José Reinaldo foi o “arquiteto da derrota” de Jackson Lago.

“Dizem que ele foi o arquiteto da vitória de Jackson em 2006, mas foi também o arquiteto da derrota este ano”, disparou.

Não é a primeira vez

É bem verdade que essas declarações surgem após várias intervenções raivosas de José Reinaldo contra a candidatura do próprio ex-ministro e de Roberto Rocha – o ex-governador queria ser o único candidato a senador das oposições, pois assim, acredita ele, teria chances contra os peemedebista João Alberto e Edson Lobão.

No entanto, não é a primeira vez que Vidigal revela inconfidências das táticas oposicionistas para satisfazer a sua ira.

Já em 2009, depois de concluído o processo de cassação de Jackson Lago, ele andou revelando detalhes da estratégia da natimorta “Frente de Libertação do Maranhão”, quando se disse enganado pelos amigos, uma vez que teria sido convencido a candidatar-se no Maranhão com a promessa de que ele seria o candidato prioritário do grupo. Os demais seriam os “laranjas”. Todo mundo sabe o que houve.

Este ano, já em plena pré-campanha eleitoral, andou disseminando, via Twitter, a informação de que Flávio Dino não era mais candidato. Para provar que não mentia, contou novamente detalhes de uma reunião da qual participaram caciques do tucano-pedetismo maranhense, rebatendo as críticas despejando toda sua ira contra os que o contestavam.

Não à toa, à boca pequena alguns o chamam “O Menino Maluquinho” da política maranhense.



Escrito por gilbertoléda às 18h30
[] [envie esta mensagem
] []





Blog acertou
TSE confirma candidatura de Raimundo Louro; Tatá está fora

A decisão unânime do Pleno do TSE, tomada na noite desta quinta-feira (28), que ratificou o registro do candidato a deputado estadual Raimundo Louro (PP) – já havia sido considerado apto em decisão monocrática do ministro Marcelo Ribeiro – produziu apenas um efeito prático: enterrar de vez as esperanças vãs de jornalistas pouco isentos que se escoravam na errônea possibilidade de cassação do candidato para garantir uma boquinha com o deputado Tatá Milhomem (DEM), este diretamente afetado pela decisão.

Não tenho particularmente nada contra Milhomem. Muito pelo contrário, até nutro certa simpatia pelo parlamentar. Mas em respeito ao bom jornalismo, sempre tratei o assunto no blog de forma muito isenta, o que me impedia de acreditar que um candidato, com contas aprovadas pela Câmara Municipal de sua cidade, fosse cassado por que o TCU negou aprovação às mesmas contas.

Ora, isso é entendimento pacífico do TSE, jurisprudência consolidada: no que se refere a contas de gestão, o que vale para garantir ou não o registro de candidatura é a decisão do Legislativo Municipal.

Assim como o colega Luís Cardoso – um dos principais entusiastas da derrocada de Louro, mais por motivos pessoais que outra coisa -, eu também não concordo com esse entendimento, pelos mesmos motivos que ele.

Mas, entre eu e ele discordarmos do entendimento, e aquilo que é válido para o TSE, há uma distância muito grande. No fim das contas, a decisão de ontem só ratificou o que o blog já vinha afirmando há muito tempo: a perda da vaga pelo deputado Tatá Milhomem é fato consumado



Escrito por gilbertoléda às 13h49
[] [envie esta mensagem
] []





Eleições 2010
Flávio Dino não deve tentar cassar o mandato de Roseana

Apesar da pressão de setores do PDT, principalmente da alta cúpula ligada a Jackson Lago – ansiosa por uma revanche na Justiça em virtude da perda do mandato do velhinho em 2009 – o deputado federal e candidato a governador derrotado nas últimas eleições Flávio Dino (PC do B) não deve ingressar com nenhuma ação contestando o resultado do último dia 3 de outubro.

A lógica dos pedetistas é simples, mas baseia-se única e exclusivamente em experiência própria: se a governadora Roseana Sarney (PMDB) venceu no primeiro turno por uma diferença de apenas 4.800 votos em relação a todos os outros candidatos, houve fraude.
Os comunistas não pensam bem assim.

Para muitos deles – alguns dos quais já ouvidos pelo blog - é vaga a denúncia de que houve fraude nas urnas, especialmente porque, mesmo que fique evidenciado o crime, não há como provar para quem foram dados os votos inseridos nas máquinas “após as 17h e num espaço muito curto de tempo”, como estranham os partidários de Dino.

É praticamente certeza que um governador eleito democraticamente perca o mandato por denúncia tão vazia.

Os outros dois casos de maior vulto também não devem dar em nada: tanto no caso do pagamento de contas de luz numa casa loteria, quanto no da médica que atendia supostamente em troca de votos no Vinhais, o problema maior recairia sobre os candidatos s deputado envolvidos.

Não é esse o objetivo de Flávio Dino.

Apesar de reconhecer a falta de materialidade do que seriam esses crimes nos bastidores, em público os dinistas preferem desqualificar a própria Justiça para justificar a falta de mais empenho no processo. Na maioria das vezes o comentário é: “Vale a pena tentar cassar a governadora com essa Justiça?”.

Por um, ou outro motivo, o fato é que, desta vez, não haverá 3º turno no Maranhão. A não ser que o próprio Jackson Lago tente uma revanche.



Escrito por gilbertoléda às 10h27
[] [envie esta mensagem
] []





Ilegal
Max Barros defende fim da taxa de ocupação em São Luís

O deputado estadual Max Barros (DEM) defendeu uma mobilização pelo fim da cobrança pela União de taxas de ocupação, foros e laudêmios sobre os imóveis da ilha na região metropolitana [as áreas das ilhas costeiras que integram a sede de municípios], inscritos sob o regime foreiro.

Em entrevista ao programa Ponto Final, na rádio Mirante AM, o parlamentar disse que entrou com uma ação civil pública junto ao Ministério Público Federal (MPF), sendo acatada pela Justiça Federal. O deputado afirmou que embora a Justiça tenha sido favorável a causa, o processo, ainda, tramita pela Justiça Federal, em Brasília, podendo ser julgado o mérito pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Os deputados Max Barros (DEM) e federal Pedro Fernandes (PTB), que participou do programa direto de Brasília, por telefone, reconheceu à luta incessante do colega parlamentar. Eles aproveitaram para cobrar uma mobilização por parte da classe política, da população, associação de bairros, setor imobiliário, OAB-MA, entre outras entidades de classe sobre a questão das ilhas costeiras que integram os municípios.

- A informação que eu tenho é de quem está entrando individualmente na Justiça tem ganho a causa e não está pagando. Agora, sinto uma certa passividade da classe política, onde me incluo também, e da população. Em Vitória e em Florianópolis a taxa de ocupação não é paga. Portanto, temos que nos organizarmos. Portanto, convoco os moradores da área Itaqui-Bacanga, do Rio Anil, para nos unirmos e solicitar ao Departamento Patrimonial da União (DPU), Delegacia Geral da União (DGU) e, principalmente, da Justiça para acelerar o processo - argumentou Max Barros.

Para Max Barros, a população de São Luís está sendo penalizada pela interpretação equivocada que a Delegacia de Patrimônio da União (DPU) deu à Emenda Constitucional 46 e continua cobrando os impostos dos proprietários de imóveis, passa a prevalecer o Projeto de Emenda Constitucional (PEC-15), aprovada noo Congresso Nacional transferiu a propriedade destes terrenos da União para aqueles que detém o foro, e passaram a ser legítimos proprietários.

Uma vez reconhecidas judicialmente que estas terras não são mais da União, cerca de 64 mil proprietários de imóveis e 200 mil pessoas residentes nos municípios de São Luís, São José de Ribamar e Paço do Lumiar e Raposa serão beneficiados.

(As informações são do Imirante.com)



Escrito por gilbertoléda às 19h39
[] [envie esta mensagem
] []





No twitter
Procurador detona quem não foi ao lançamento do seu livro

O doutor em Direito Constitucional (PUC/SP), mestre em Direito (FDR/UFPE), professor universitário, pesquisador do CNPQ, procurador do estado e advogado Cláudio Pavão Santana parece não ter se contentado com o público que compareceu à noite de autógrafos do lançamento do seu mais novo livro – que eu não sei nem o nome.

Nesta terça-feira (28) pela manhã, desandou a destratar amigos que o telefonaram depois da solenidade para justificar a ausência.

No twitter, chamou-os de “mentirosos”, “cínicos” e, pasmem, “pecadores”.

“Tenho recebido alguns telefonemas justificando ausência à solenidade de autógrafos. Alguns, de tão mentirosos, dá vontade de desligar, mas a educação não permite. Outros, de tão cínicos, dá vontade de rir. Por que não a sinceridade, tipo, não gosto de ler, to sem grana, o livro não me interessa, não gosto de ti (SIC!). É que a consciência vai continuar doendo pelo pecado. Deles, claro!”, comentou.

Uma tremenda falta de educação, principalmente para quem milita há anos no meio acadêmico.

Depois dessa, como vão ficar aqueles que ainda não ligaram para o professor e que, por algum motivo realmente importante, não puderam comparecer à noite de autógrafos?



Escrito por gilbertoléda às 12h07
[] [envie esta mensagem
] []





Notas

Vexame

Foi um verdadeiro vexame o jogo do Moto contra o Americano, pela 2ª Divisão do Campeonato Maranhense, terça-feira (26) à noite. Era a chance de o clube voltar à 1ª Divisão logo no primeiro turno, mas, com atuação pífia, perdeu por 2 x 1. Uma verdadeira vergonha para os quase 3 mil torcedores que compareceram ao Nhozinho Santos, público que nem o Sampaio consegue levar ao estádio, mesmo disputando a divisão de elite do futebol local.

Pé de gelo

E andam dizendo por aí que o culpado pela derrota do Moto foi o presidente de honra do IAPE, o vereador Isaías Pereirinha. Muito bem instalado nas cadeiras do municipal, o presidente da Câmara viu o vexame de perto e saiu de fininho antes do apito final. Ôh, pé de gelo!!!!!

Visita

O Paulo Sérgio Passos (Transportes), chega a São Luís na próxima sexta-feira (29). Ele vai inaugurar a duplicação da BR-135 no trecho que passa pela Vila Maranhão e assinar os editais que abrirão a licitação para duplicação da estrada no trecho Estreito dos Mosquitos/Bacabeira. Deve ser recebido pela governadora Roseana Sarney e pelo superintendente do DNIT no Maranhão, Gerardo Fernandes.

Obras

Continuam a todo vapor as obras do programa Viva Infraestrutura, do Governo do Estado. Em pelo menos quatro trechos, as obras estão bem adiantadas. São eles: São Vicente Férrer/Cajapió, 25 km em vias de serem inaugurados;  Coroatá/Vargem Grande, 71 km também prestes a serem inaugurados; Pindaré/Santa Inês, 9 km já quase prontos; e Dom Pedro/Gonçalves Dias, 21 km onde já começam a cair os primeiros quilômetros de asfalto.

Sem volta

Parece mesmo fato consumado a eleição da petista Dilma Roussef à Presidência da República no próximo domingo (31). Todas as últimas pesquisas apontam vantagem de mais de dez pontos percentuais para a candidata do presidente Lula. No último levantamento, do CNT/Sensus, ela aparece com 58,6% dos votos válidos contra 41,4% do tucano José Serra.

Revisão

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) recomendou à Secretaria Estadual do Maio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) que promova a revisão das licenças de instalação dos empreendimentos de mineração instalados no território quilombola de Miranda, em Rosário, interior do Maranhão.

Revisão II

A presença dos mineradores está impactando negativamente o modo de vida da comunidade, que teme pela possibilidade de despejo da área decorrente de conflito possessório em curso na Justiça Estadual. Segundo os moradores, a posse da terra pelos quilombolas data da época da abolição da escravatura.

Bradesco fechado

Em atendimento ao pedido de Cumprimento de Sentença emitido pelo Ministério Público do Maranhão, a Justiça determinou na terça-feira, 26, o fechamento de duas agências do Bradesco em Imperatriz. O banco não cumpria a Lei municipal n° 1.128/2005, popularmente conhecida como Lei das Filas. O requerimento de Cumprimento de Sentença foi encaminhado, na última quinta-feira, 21, pelo promotor de Justiça Sandro Pofahl Bíscaro. A decisão foi assinada pelo juiz Adolfo Pires da Fonseca Neto.



Escrito por gilbertoléda às 18h21
[] [envie esta mensagem
] []





 

Novo Governo
Roseana deve reativar Gerência Metropolitana

Concordo em gênero número de grau com o colega Marcos D’Eça quando ele fala sobre as possibilidades que envolvem a formatação do novo governo Roseana Sarney (PMDB), a partir de janeiro de 2011. (Veja aqui)

Mas acrescento um dado: são cada vez mais fortes os rumores de que, além da fusão de várias secretarias, a governadora deve reativar a Gerência/Secretaria Metrolitana.

Os objetivos seriam dois.

O primeiro, mais técnico, é garantir maior controle sobre as 3 grandes obras prometidas por ela para a capital: a 3ª ponte sobre o Rio Anil; a avenida metropolitana, que vai do aeroporto até a Avenida dos Holandeses; e a avenida paralela à Jerônimo de Albuquerque, ligando a Carlos Cunha à Daniel de LaTouche, na altura do Shopping da Ilha.

Além disso, tudo que envolver as obrigações do Estado no que se refere à obra da Refinaria Premium de Bacabeira também deverá ser de responsabilidade da Metropolitana.

O segundo objetivo, político, é credenciar e, mais do que isso, cacifar alguém do grupo para a disputa das eleições municipais de 2012. Hoje não há um nome sequer na base roseanista com potencial eleitoral suficiente para enfrentar o prefeito João Castelo.

Com grandes obras em andamento na cidade e pelo menos uma delas entregue até meados do ano eleitoral, fica claro que o novo gerente/secretário metropolitano seria um forte candidato à Prefeitura de São Luís.

No entanto, assim como a fusão de secretarias já anunciada pelo colega Marcos D’Eça, a reativação da Metropolitana ainda está no plano das idéias. É aguardar para ver.

 

 



Escrito por gilbertoléda às 17h41
[] [envie esta mensagem
] []





PERDA
Morre em SP o senador Romeu Tuma, 79

O senador Romeu Tuma (PTB-SP), 79 anos, morreu por volta das 13h desta terça (26), em São Paulo. A informação foi confirmada por um dos filhos dele, o médico Rogério Tuma.

O senador estava internado havia 56 dias no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Ele era casado com a professora Zilda Dirane Tuma. Deixou quatro filhos e nove netos.

Neste mês, o senador passou por uma cirurgia para implantação de um coração artificial, devido a uma grave insuficiência cardíaca.

Às 15h desta terça, o hospital Sírio-Libanês divulgou nota, assinada pelo diretor-técnico Antonio Carlos Onofre de Lira e pelo diretor clínico Riad Younes, na qual informa que o senador morreu "em decorrência de falência de múltiplos órgãos". O velório ocorrerá na Assembleia Legislativa de São Paulo.

(As informações são do Globo.com)



Escrito por gilbertoléda às 16h24
[] [envie esta mensagem
] []





FEPA
Chico Gomes esclarece crédito especial

Não tem nada que ver com o deputado federal eleito Luciano Moreira (PMDB) o crédito especial – e não suplementar, como afirmou o blog na segunda-feira (25) – aberto pelo Governo do Estado ao Fundo de Pensão e Aposentadoria do Estado (FEPA).

Nesta terça-feira (26), o líder do governo na Assembléia Legislativa, deputado estadual Chico Gomes (DEM), explicou como se dará a operação, já autorizada pela casa, que remanejará mais de R$ 500 milhões ao Fundo.

Segundo ele, o dinheiro já está em caixa e haverá apenas uma mudança de rubrica, exigida após auditoria do Ministério da Previdência, que detectou um erro de alocação dos recursos. “Esse remanejamento se destina a corrigir um erro de alocação de recursos no orçamento. Portanto, nós anulamos uma dotação que estava alocada na rubrica ‘Pessoal’ e mudando para ‘Outras Despesas Correntes’. Ninguém está mexendo no recurso do FEPA, tirando nenhum dinheiro”, explicou.

Fica, então, o esclarecimento.



Escrito por gilbertoléda às 12h52
[] [envie esta mensagem
] []





Laudênio
Max Barros denuncia cobrança ilegal em São Luís

O deputado Max Barros disse, hoje (25), que apesar do esforço da Assembleia Legislativa do Maranhão e do Congresso Nacional, a Delegacia do Patrimônio da União (DPU) ainda está cobrando o Foro Laudêmio de proprietários de terras localizadas nos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar.

Para Max, a cobrança é ilegal porque a Assembleia alterou a Constituição Federal, por meio de ação judicial, de sua iniciativa. Segundo ele, retirou-se da Constituição Federal o artigo que dizia que a ilha costeira era de propriedade da União.

“Com essa alteração e uma emenda à Constituição do Maranhão, essas terras, que antes eram da União, passariam a ser das pessoas que já as ocupavam, sem nenhum ônus. Mas, para nossa surpresa a DPU, que participou das negociações no Congresso, continua cobrando o laudêmio”, lamenta o deputado.

De acordo com Max, em São Luís a cobrança ilegal abrange toda a área Itaqui/Bacanga, o Tibiri, o Rio Anil e os bairros de classe média como o Cohafuma, Vinhais, Recanto dos Vinhais, Quintas do Calhau onde, segundo a DPU, todas que áreas ainda são de propriedade da União.

O parlamentar lembra que foi exatamente para reverter esse quadro, que entrou com representação na Justiça Federal, que foi favorável à sua causa. “Está na hora de mobiliarmos as prefeituras dos municípios da Ilha de São Luís para fazer valer nosso direito”, disse.

Taxas exorbitantes

Em aparte, o deputado Hélio Soares (PP) elogiou a iniciativa do deputado Max Barros. Mas, aproveitou para cobrar a do Governo do Estado a titularização de terras, sob o domínio do Iterma, ocupadas por centenas de trabalhadores rurais no Maranhão há mais de 10 anos.

Segundo Hélio, está tramitando um projeto de lei na Assembléia, de sua autoria, sugerindo que a liberação da cobrança de taxas exorbitantes, de até R$ 28 mil, aos trabalhadores que ocupam terras do Governo do Estado.

Para Hélio, a titularização facilita o acesso dos trabalhadores a empréstimos no Banco do Nordeste, Banco do Brasil e aos recursos do PRONAF. “Temos que ir até o Governo do Estado, na pessoa da nossa governadora Roseana Sarney, para que essa taxa seja extinta”, apela o deputado.

(As informações são da Agência Assembléia)



Escrito por gilbertoléda às 12h42
[] [envie esta mensagem
] []





Notas

Meio ambiente
Quem andava todo serelepe nesta segunda-feira (25) na Assembléia Legislativa era o secretário Washington Rio Branco (Meio Ambiente e Recursos Hídricos). É que a governadora Roseana Sarney assinou hoje o decreto que cria o Conselho Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. “É um grande avanço”, comentou o secretário. O decreto deve ser publicado no Diário Oficial desta terça-feira (26).


Ou lá, ou cá
Por falar em Assembléia, são cada vez mais fortes os rumores de que os deputados não vão aceitar que Ricardo Murad (PMDB) indique o novo presidente caso realmente volte para o comando da Secretaria de Saúde. Segundo pensamento majoritário na Casa, Ricardo deve ser o presidente se quiser, mas, caso opte por voltar ao governo – no caso de ser convidado -, não “fará” o sucessor de Marcelo Tavares.

Ou lá, ou cá II
Segundo parlamentares ouvidos pelo blog, caso Ricardo não entre diretamente na disputa, o que deve valer mais é a opinião da governadora, que, assim, teria a missão de “ungir” o próximo mandatário do Legislativo. A informação caiu como um verdadeiro banho de água fria nas intenções de alguns deputados que andam se oferecendo para ser o “indicado” de Murad.

Suplementação
O Diário da Assembléia deve trazer, nesta terça-feira (26), em sua pauta de votações, a concessão de crédito suplementar do Governo do Estado à Secretaria de Administração e Previdência, mais precisamente ao Fundo de Pensão e Aposentadoria do Estado (FEPA). Tem gente dizendo que o deputado federal eleito Luciano Moreira deve pôr as barbas de molho.

Assalto em Colinas

Bandidos fortemente armados assaltaram, na tarde desta segunda-feira (25), a agência do Banco do Brasil de Colinas (437 km de São Luís). Os assaltantes fizeram seis reféns – já liberados no povoado Lagoa Grande – e levaram todo o dinheiro que puderam da agência. Ninguém ficou ferido, mas o banco foi totalmente destruído por tiros.

Má influência
Em post intitulado “Dá pra entender”, o governador José Reinaldo tenta influenciar o deputado federal Flávio Dino (PC do B) a votar em José Serra (PSDB). No twiter, Márcio Jerry, coordenador da campanha comunista ao Governo do Estado, classificou o escrito como “artigo muito bom”, mas nega que seja tentativa de influenciar seu chefe. Diz que Flávio Dino “tem posições claras”. Concordo... Mas que Zé Reinaldo tentou, tentou...

 

Pesquisa
Mais uma pesquisa para causar desespero aos serristas. Vox Populi: Dilma 57% x 43% José Serra. Votos válidos. Parece que a fatura está liquidada.

Feriado ilegal
A UFMA informa via assessoria que o feriado do dia 28/10 (quinta-feira) foi transferido para o dia 01/11 (segunda-feira). Ocorre que isso é ilegal, uma vez que Lei Federal, editada ainda quando o hoje senador José Sarney (PMDB-AP) era presidente, proíbe a transferência de feriados ou pontos facultativos quando a nova data “cai” em mês diferente. A UFMA é instituição federal, abrangida pelo tal dispositivo, então



Escrito por gilbertoléda às 21h35
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]